segunda-feira, maio 07, 2007

RECUPERAÇÃO DE UMA MARGEM FLUVIAL

Aqui vos deixo alguns esquemas fotográficos onde se pode ver como foi feita a recuperação de uma margem numa linha de água com recurso a técnicas de engenharia natural. A área recuperada tem uma área aproximada de 200 m2, e como se pode verificar pelas fotografias o contraste com a outra margem é evidente.

A construção foi feita por mim próprio e pelo Patrício Pereira, a quem agradeço mais uma vez pois sem a sua vontade e disponibilidade a concretização destas obras não seria possível. Quero aqui também deixar um agradecimento muito especial ao Pedro Martinho pela ajuda que nos veio prestar um fim-de-semana, ao Sr. Américo por ter acreditado no nosso projecto, ao Mauro Freitas pelo apoio moral e finalmente à Mafalda, à D. Irene e D. Lúcia pelas merendinhas...

Local

Rio de Couros, Ourém

Data
Março/Abril de 2007

TEN
- Grade Viva
- Enrocamento
- Hidrossementeira

Vegetação
- Estacaria viva de Salix sp. (salgueiro, vimeiro), Nerium oleander (loendro)
-
Plantações de Alnus glutinosa (amieiro), Fraxinus angustifolia (freixo), Sambucus nigra (sabugueiro)

Saudações Verdes

Aldo Freitas


9 comentários:

Tomas disse...

Olá Aldo! Parabéns pela recuperação da margem em questão. Ainda não tinha tido oportunidade de a visualizar, mas tenho que te felicitar pelo resultado aprazível, funcional e estabilizador que este tipo de técnicas proporcionam aos diferentes problemas que surgem. Penso que as técnicas de engenharia natural utilizadas resultaram muito bem.
Um grande Abraço
Tomás

Anónimo disse...

Boas!

Para não repetir as palavras do colega Tomás sobre o resultado visual pós-intervenção, proponho que a acompanhar as fotografias sejam apresentadas fichas técnicas que caracterizem o projecto (materiais vivos, inertes, custos,...) para que a informação seja o mais completa possível para quem desconhece estas tipologias de construção e intervenção na paisagem!

Um abraço e continuação de + projectos interessantes!

Vasco Rocha

Adriana disse...

Caro Aldo Freitas,

Parabéns pelo trabalho que tem vindo a desenvolver.

Aproveito para agradecer a intervenção no Inovação & Inclusão

Continuação de bom trabalho!

Saudações

Anónimo disse...

Parabéns, Aldo, por este trabalho, que vem enriquecer a nossa base nacional de exemplos ou casos de estudo. Imagino as dificuldades que necessitou de ultrapassar para pôr de pé este empreendimento.

Seria importante passar a escrito, na forma de "paper", este trabalho. E, não deixar de monitorizar/acompanhar este caso, dando-nos conta dos seus resultados, positivos e negativos, para benefício de todos.

Um abraço,

José Matos Silva

Anónimo disse...

boas

Muito bom! Como sabes a obra já está diferente, as plantas cresceram e já vieram umas chuvadas. Será de todo interessante seguir a evolução deste projecto e fico a aguardar publicação de novas fotografias.... o nome das plantas também poderia estar em português, chega mais facilmente ao grande publico. O nome técnico que usas decerto que é bom, mas as pessoas também vai ficar um pouco surpreendidas quando descobrirem que são plantas e arbustos ou árvores vulgares.

Abraço.

Nuno Lopes

rui simão disse...

Olá aldo..

Gostaria antes de mais de dar os parabéns e por outro lado saber se é possível ter uma ideia do orçamento da obra por categorias de intervenção.
Obrigado
Rui Simão
mail: simao_casa@netcabo.pt

Lina disse...

Olá, este nao deve ser o melhor sitio para pedir informações, mas sou licenciada em geologia e neste momento encontro-me a fazer a minha tese de mestrado que tem uma forte componente de bioremediação de taludes de escavação. Deste modo, gostaria de trocar informações e esclarecer algumas dúvidas.
Se se encontrarem disponiveis para me ajudar, agredecia que me contactassem para linampmatos@gmail.com.

sem mais, e obrigada

Lina Matos

Aquaflot disse...

Sr. Aldo, achei muito interessante essa sua técnica de recuperação das margens de arroios. Gostaria de obter maiores informações. Aqui no meu estado (RS - Brasil) temos inúmeros córregos necessitando de soluções desse tipo em vez de muros. Parabéns pelo trabalho.
Aqui, trabalhamos com reúso de água, mas gosto de conhecer idéias interessantes.
Aquaflot.
www.aquaflot.com.br

lucia disse...

Olá a todos os responsaveis pelo blog/site! Faz tempo criei um link para este blog; acho importante divulgar estes trabalhos de recuperação ambiental que em pequena escala podem ser feitos por leigos. Parabéns e um abraço
Lucia